quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

partícula assombra



          Tudo o que você sente não é nada e não encontra lugar em ninguém. Nem em quem você ama. Nem em um descuido de alguém que como que sem saber como acaba achando que te ama. Tudo. Uma nuvem. Uma onda. Fótons ou espécie de partículas sombra que atravessam todas as vigas do que você julga ser você. Tudo é um sentimento desacordo de uma figa que não encontra coisa em que possa recair. Tudo tudo tudo enfim é só você e a fantasia que ao final de tudo te abriga de ver e de sentir o que por fim deve estar entre você e todas as outras coisas que você não consegue sequer sentir porque nem em sombra você pode suspeitar que sejam você e estejam aqui.